Pai decide seguir seu instinto e olhar o iPad de sua filha – o que ele descobre o deixa doente

Desde que as redes sociais surgiram, é ainda mais difícil os pais garantirem a segurança de seus filhos. Existem imensos perigos na internet para crianças. A principal são os pedófilos que se tentam aproximar dos garotos e garotas através do Facebook, Instagram, etc. Recentemente, esse pai resolveu seguir seu instinto e olhar o iPad de sua filha. O que ele descobriu o deixou em choque.

Scott Jenkins tem duas meninas adoráveis. No dia 26 de outubro, ele compartilhou em seu blog uma carta que está arrepiando pessoas por todo o mundo: “Tudo começou há cerca de 5 anos com um menino de 15 anos chamado Bruce, no Instagram. Bruce era um jovem e atraente garoto hispânico, aparentemente normal em todos os sentidos. Pouco sabia que ele era o 1º passo em um elaborado círculo de tráfico humano.

Facebook – Scott Jenkins

Bruce era um “amigo” de algumas das garotas do círculo de amigos da minha filha, e eles conversavam diariamente. Bruce também tinha muitos amigos que estavam sendo apresentados ao círculo, e todos começaram a conversar através de Instagram. Pouco depois de se conhecerem, comecei a ver uma mudança na minha filha. Ela estava se tornando secreta e sorrateira.

Como compreendia perfeitamente o alcance mundial da internet, e como rapidamente as coisas podem ficar fora de controle, checava minha filha regularmente. Quinzenalmente, eu pegava seu tablet depois de ela ir dormir e começar a ver suas mensagens, suas fotos e ver se as coisas pareciam apropriadas.

Eu notei um intervalo de tempo incomum em algumas mensagens e imagens, e realmente não pensei nisso até cerca de 2 semanas depois. Tive uma sensação estranha uma noite e peguei seu tablet para fazer o que achava que seria apenas mais uma verificação normal… O que encontrei nesse dia assombrou minha mente e fez meu coração afundar.

Começou com uma foto de minha filha, uma inquestionavelmente inapropriada para uma garota de sua idade, numa pose sexy… Então, minha investigação se transformou em uma caça humana verificando TUDO em todas as suas contas.”

Facebook – Scott Jenkins

Comecei a usar o poder do Google para fazer algumas pesquisas e procurar contas secundárias de alguns dos amigos nesse círculo (isso não é algo que as crianças estão dispostas a fazer). Quando vi que 4 dos “amigos” no círculo eram claramente homens adultos, meu coração se transformou em raiva. Depois de cerca de 2 dias de descobertas quase infinitas na Internet para obter informações sobre esses HOMENS, cheguei à conclusão de que eu precisava agir com a Polícia.

Fomos rapidamente atendidos pelo detetive do Departamento de Polícia Cibernética de Portage, e toda a nossa tecnologia foi solicitada. Depois de 7 meses, eles nos chamaram para relatar as palavras mais aterrorizantes que já ouvi, “Sr. e Sra. Jenkins, você e sua família podem ir à estação de polícia o mais rápido possível?” Isso é algo que você NÃO quer ouvir.

Depois de chegarmos, entramos em uma pequena sala de conferências na parte de trás da delegacia de polícia de Portage, e começamos a ouvir quando ele explicou como minha investigação pode ter salvo minha filha do sequestro.

Facebook – Scott Jenkins

Bruce era, como eu disse, um garoto normal de 15 anos. O que eu não sabia era que seus amigos homens fizeram de Bruce seu bode expiatório… Ele foi o primeiro rosto seguro que nossos filhos veem; ele inconscientemente estava atraindo jovens para o seu círculo, como presas para os homens escolherem. O círculo da lista de amigos de Bruce alcançou o globo, e seus mais de 2 mil seguidores não eram mais do que crianças inocentes conversando com adultos pervertidos. NOSSOS FILHOS…

Esse não é o problema de outra pessoa, está aqui mesmo, agora e de verdade, como as lágrimas que derramei pela inocência que foi roubada da minha filha. Minha bela garota estava presa por esses monstros, ela estava rapidamente se aproximando de um encontro (em suas palavras) e temo só de pensar que poderia nunca mais ver minha filha novamente.

Espero que isso desencadeie medo nos corações de cada um de vocês. Cheque as contas dos seus filhos, faça perguntas e diga para não terem “amigos” que não conhecem na vida real. Eu não fazia ideia do quão perto isso estava até isso acontecer com a minha filha… Se você não sabe o que procurar, ou como, peça a alguém que confie. Isso pode valer a vida de seu filho.

Essa foto das minhas filhas poderia ter sido a última foto que eu tive com ambas juntas. Isso foi tomado em torno do tempo que Haylee conheceu Bruce…”

Facebook – Scott Jenkins

Compartilhe essa importante carta para que mais pais possam estar alerta para os perigos das mídias sociais!

Fonte: Laowl

Facebook

Quer mais histórias? Click »