Homem é detido por amarrar cachorro ao carro e o obrigar a correr

As pessoas e seus atos são um mistério. Qual a razão de fazer mal a um animal? O que leva um ser racional a cometer crimes contra um ser indefeso? Porque não conseguimos nós, humanidade, encontrar um caminho harmonioso em que consigamos conviver com todas as espécies?

São demasiadas perguntas sem resposta, que embora pertinentes magoam nossos corações. Várias organizações e até mesmo os governos dos países lutam contra esse tipo de situações mas ainda assim, existe sempre alguém à espera do “momento perfeito” para fazer seus crimes.

Um homem de 47 anos foi detido e está sujeito a uma pena de prisão por amarrar seu canino ao automóvel e tê-lo feito correr enquanto conduzia. Tudo aconteceu em Valverde de la Virgen, em Leão, na Espanha. O animal é da raça Mastim e acabou por não resistir ao cansaço, acabando por morrer. 

Revista Caes E Cia

O homem acabou detido pelas autoridade depois de terem sido apurados todos os pormenores do caso. O animal foi atado com um cabo à parte traseira do carro e obrigado a correr, segundo avança a agência EFE. O homem em quentão agora é suspeito de ser o autor de um crime de maus tratos, com a agravante da morte do cão.

Segundo a lei espanhola, os maus tratos a animais podem ser punidos com pena de prisão que pode ir de três meses a um ano e ainda com a proibição de exercer qualquer profissão ou negócio que esteja relacionado com animais.

Compartilhe essa história com seus amigos e familiares. Ajude a combater esse tipo de crimes monstruosos que nem sequer deveriam passar pela mente humana.

Fonte: New Pangea

Facebook

Quer mais histórias? Click »