Desde que nasceu, este Pitbull só conheceu crueldade. Mas quando o libertam? Adorável!

Apesar de serem proibidas, ainda se fazem lutas ilegais de cães pelo mundo fora. É incrível pensar que ainda existem pessoas cruéis a esse ponto.

Em agosto de 2013, ocorreu um dos maiores resgates de cachorros de luta de sempre. Mais de 350 animais foram libertados das jaulas e dos seus opressores. Mas havia um que se destacava…

Timmy Cooper se tornou no rosto do resgate! Quando o encontraram, tinha apenas 8 semanas e estava muito triste e exausto, com umas pesadas correntes de ferro presas ao seu pescoço.

Anti Dog Fighting Campaign
Anti Dog Fighting Campaign

O “Cachorro do Poster” da organização de crueldade contra animais “American Society for the Prevention of Cruelty to Animals”, conseguiu escapar das garras dos malfeitores e conquistar o coração de milhares de pessoas por todo o mundo. Olhe a cara de felicidade dele ao ser libertado!

http://www.pawmygosh.com/dog-fighting-raid/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=emailvisits
Paw My Gosh

Logo que foi resgatado, o Pitbull recebeu muito amor e carinho. A associação cuidou dele e lhe de uma nova família. Timmy é sem dúvida uma prova de que a agressividade dessa raça não passa de um estereótipo.

http://www.pawmygosh.com/dog-fighting-raid/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=emailvisits
Paw My Gosh
Anti Dog Fighting Campaign
Paw My Gosh

Mas quando se pensava que a sua vida não poderia ser mais feliz, algo trágico aconteceu…

Em 2015, dois anos depois do resgate, ele morreu com um tumor cerebral. Os seus donos fizeram uma homenagem ao cão dizendo “Agora és livre pequenote. Hás de saber que gostamos muito de ti e que te amamos”.

Apesar da sua curta vida, ele conseguiu ser feliz, graças às pessoas que o livraram do seu destino como “cão de luta”.

Anti Dog Fighting Campaign
Paw My Gosh

Timmy provou a todo o mundo que não existem cachorros maus, ou de “raça perigosa”. Existem sim cães que são obrigados a lutar e a se defender, para não morrer.

Em honra da memória dele e do que ele representa, compartilhe isso com os seus amigos!

Facebook

Quer mais histórias? Click »