Contra todas as probabilidades, este cachorrinho luta para sobreviver e ser feliz

Os abrigos de animais estão lotados. Todos os dias chegam mais animais, porém, não existem famílias suficientes que os queiram adotar. Cachorrinhos vira latas, velhos ou que sofram de alguma deficiência são quase sempre condenados a ficar nos abrigos até ao final de seus dias.

Nubby é um filhote de cachorro que nasceu sem as patinhas dianteiras. O veterinário achou que a melhor solução para ele seria colocá-lo para dormir. Apesar de sua mãe não o ter rejeitado, ele não foi capaz de competir com o resto da ninhada e por isso foi difícil para ele tomar o leite suficiente.

Holidog Times

Lou Robinson, decidiu dar uma nova chance para Nubby. Ela disse que seus irmãos não lhe facilitaram a vida, por isso, ela e seu marido Mark que vivem em Houston, no Texas, abriram as portas de sua casa para esse patudinho diferente.

Holidog Times

Lou é uma apaixonada por animais e durante toda a sua vida salvou muitas vidas. Ela faz parte de um grupo de resgate de animais chamado “Guerreiros educam a resgatar”. Em sua comunidade, ela dá aulas e workshops sobre cuidados a ter com os animais. O grupo de resgate trabalha em parceria com o corpo de bombeiros e têm algumas atividades calendarizadas durante todo o ano.

Holidog Times

Hoje, os donos de Nubby o alimentam muitas vezes através de uma mamadeira e ele já não tem mais que competir nem por alimento nem por amor!

Holidog Times

A força de vontade desse pequenote, o amor e dedicação de seus donos começaram a dar fruto: Nubby está fazendo progressos.

Finalmente o patudinho abriu os olhos. Foi então que as coisas tomaram um rumo inesperado… Esse pequenote começou a engasgar-se sempre que comia.

Holidog Times

Após algumas análises, os veterinários descobriram que esse filhote tinha uma anomalia no esôfago. Seu esôfago tinha uma espécie de saco que pegou o leite e não o deixava descer em direção ao estômago.

Holidog Times

Os veterinários não sabem ainda a gravidade da situação. Como o peludinho tem apenas 5 meses, eles querem esperar que ele cresça um pouco mais para conseguirem fazer exames mais aprofundados.

Holidog Times

O amor de Robinson e seu marido por esse patudinho deficiente, demonstra que não importa o quão diferente você é mas sim o amor e alegria que você pode dar a alguém!

Facebook

Quer mais histórias? Click »