Menino de 7 anos é chamado de “monstro” – então, seu pai dá uma lição aos agressores nas redes sociais

Infelizmente, ainda existe muita discriminação em nosso mundo. As pessoas são humilhadas por sua cor de pele, religião ou até por serem portadoras de doenças, tal como vamos ver em seguida. Um menino de 7 anos foi chamado de monstro por vários colegas só por ser diferente. Então, seu pai resolveu dar uma lição neles…

Jackson Bezzant, de 7 anos, estava comendo seu café da manhã na escola quando 3 meninos mais velhos se aproximaram dele e começaram a humilhá-lo. Eles disseram que o garoto era “feio” e um “monstro”. Uma auxiliar reparou na triste cena e conseguiu parar o bullying cruel antes que algo pior acontecesse.

Facebook – Dan Bezzant

O menino nasceu com a Síndrome de Treacher Collins, uma condição rara que afeta o desenvolvimento dos ossos e tecidos faciais. Por causa disso, Jackson está quase surdo e já teve que passar por várias cirurgias e fará muitas mais para o resto de sua vida. Como a condição torna sua aparência diferente da do resto das pessoas, a criança se tornou vítima de bullying nas mãos de pessoas de todas as idades.

“Uma vez, uma mulher passou por nós, e nós ouvimos: ‘Você viu o rosto desse menino?'”, conta Dan Bezzant, o pai do garoto. Depois de ouvir o que aconteceu com Jackson na escola, Dan decidiu ensinar uma lição aos agressores numa publicação de Facebook. Mas o que o homem não esperava é que ela se tornasse viral…

Facebook – Dan Bezzant

“Meu coração está em pedaços agora, e minha alma sente que está sendo arrancada do meu peito. Esse jovem bonito, meu filho Jackson, tem que suportar constantemente comentários depreciativos e a ignorância como nunca havia testemunhado antes. Ele é chamado de feio, louco e monstro diariamente por seus colegas na escola. Ele fala sobre suicídio e ele só tem 8 anos!

Ele diz que não tem amigos e que todos o odeiam. As crianças jogam pedras sobre ele, empurram e gritam palavras horríveis. Por favor, tire um minuto e imagine se ele fosse seu filho. Leve um minuto para educar seus filhos sobre as necessidades especiais. Fale com eles sobre compaixão e amor para os nossos semelhantes. Sua condição é chamada Treacher Collins… Ele suportou uma cirurgia horrível e terá muitas mais nos próximos anos. Enfim, eu poderia continuar… mas por favor, eduque seus filhos.

Por favor, compartilhe isso. Isso não deveria estar acontecendo a ninguém!”

Facebook – Dan Bezzant

Dan nunca esperou que seu post do Facebook se tornasse viral, mas foi exatamente o que aconteceu. Agora, outras crianças da escola de Jackson estão se aproximando dele e de sua família, querendo sua amizade e protegê-lo dos valentões da escola.

Para além de todo o apoio que estão recebendo, pai e filho conheceram outras duas crianças em sua área de residência com Síndrome de Treacher Collins… e eles estão planejando se encontrar para brincarem um pouco! Isso será muito bom para o garoto, saber que não está sozinho e que não é o único com aquela condição.

Estamos orgulhosos de Dan por falar contra o bullying. Compartilhe se acha que ninguém merece ser discriminado!

Fonte: Little Things

Facebook

Quer mais histórias? Click »