Cão morrendo encontrado trancado em uma caixa todo coberto de fezes é completamente transformado pelo amor

O bem e o mal sempre cruzaram caminho. Daí que muitas pessoas e animais saiam machucados no processo. As pessoas justas e boas sempre tendem a compor os estragos que aquelas pessoas menos boas fazem. Será isso justo? Há quem diga que é daí que surge o equilíbrio da humanidade.

A verdade é que sem o mal, não existiria o bem. As boas ações seriam apenas normais. Quem não gostaria de viver em um mundo assim? Onde todos fossem amigos e quisessem tanto para os outros quanto querem para si mesmo?

No Texas, nos Estados Unidos, a Divisão Contra a Crueldade Animal, do Departamento da Polícia de Austin recebeu um alerta que um cachorrinho estava morto, próximo do centro da cidade. Quando os agentes policiais chegaram ao local, viram o animal abandonado dentro de um caixote, todo quebrado e imundo. As fezes ao seu redor denunciavam uma vez mais a negligência a que o animal tinha sido submetido.

Huffingtonpost
Huffingtonpost

A aparência moribunda do patudo levava a crer que se tratava de um corpo sem vida. A cadelinha abandonada estava ferida e com os ossos deslocados.

Huffingtonpost
Huffingtonpost

Para espanto de toda a equipe de resgate, aquele corpo moribundo ainda sem encontrava com vida! Surgiu então imediatamente a urgência de levar o bicho para o veterinário, para averiguar se ainda tinha alguma chance de sobreviver, dado o estado lastimável em que se encontrava a cadela de apenas um ano de idade.

Sophie, nome dado no veterinário, era incapaz de se mover e sua temperatura corporal era extremamente baixa. Já para não contar com o peso muito abaixo daquilo que seria o normal.

A médica veterinária Elizabeth Mancera, contou que ao ver pela primeira vez a patudinha, pensou que ela não tinha mais vida. ” Ela estava molhada, com frio e coberta de fezes. Eu falava com ela o tempo todo e embora ela não pudesse mover seu corpo, ela me olhava com olhos suplicantes, enquanto eu dizia que tudo ficaria bem”.

Huffingtonpost
Huffingtonpost

Horas a fio se passaram, no tratamento e Sophie. Muito carinho lhe foi dado e após duas horas, um banho quente, dado lentamente, a temperatura do corpo dessa menina começou a subir. Um vinculo criou-se entre o animal e a veterinária, tanto é que a mulher decidiu levá-la consigo para lhe poder administrar cuidados a qualquer hora.

Aos poucos algumas melhoras foram sendo conseguidas. Sophie começou dando seus primeiros passos, sempre com o apoio incondicional de Elizabeth.

Já diziam os antigos: ” O Bem vence sempre o mal!”, e é verdade! A policia emitiu um comunicado para a imprensa, relatando a situação da pobrezinha e imediatamente um grupo de defesa dos animais, ofereceu uma recompensa de 5 mil dólares, por informações relativas aos donos dessa menina. Informações essas que seria usadas para incriminar os responsáveis e levá-los para a cadeia!

Com a ajuda da veterinária a peludinha foi ganhando peso e se recuperando das sequelas que cruelmente sofreu. Hoje ninguém diz que é a mesma cadelinha! Ela já corre e brinca normalmente como qualquer outro cachorro.

Huffingtonpost
Huffingtonpost

Como o laço entre as duas amigas se fortificou demasiado, Elizabeth decidiu ficar com a cadelinha. Agora elas são as melhores amigas!  “No dia em que resgatei a Sophie, prometi a ela que nunca mais lhe aconteceria algo de ruim, e agora vou passar minha vida cumprindo essa promessa”, afirma Elizabeth.

Sophie sabe que é amada e ela própria ama também. A família que ela ganhou é para a vida inteira. Amor, cuidados e muita brincadeira é tudo aquilo que essa menina precisa!

Facebook

Quer mais histórias? Click »