Cachorro achado num celeiro parece novo depois de cortar 16kg pelo

Existem coisas nessa vida, que são muito dificeis de conseguir entender. Por exemplo, como é que alguém consegue abandonar um animal ou mantê-lo em sua casa, sem tratar dele… São questões que estão ainda por responder. Julgo que haverá sempre alguém que mal trata os animais, mas também tenho certeza de que haverá sempre alguém pronto a arriscar a própria vida para salvar outra!

A sujeira e as fezes, bloqueavam a porta do celeiro onde vivia preso, Lázaro.

Facebook - Amanda Brooke Charsha-Lindsey
Facebook – Amanda Brooke Charsha-Lindsey

Avaliando a aparência do cachorro e o estado do celeiro, cheio de fezes, a equipe de resgate, afirma que Lázaro já está ali à muito tempo.

Pet Rescue Report
Pet Rescue Report

Jessica Kincheloe, uma groomer de profissão, foi chamada por um vizinho para vir ajudar o cachorro, pois seu dono estava doente em estado terminal.

Depois de avaliada a situação no celeiro, o próximo passo seria libertar o cachorro. Não só do celeiro abandonado, como de todo aquele pelo que cresceu descontroladamente.

Durante o corte do pelo, Lázaro estava inquieto. A groomer teve o cuidado de cortar o pelo um pouco mais longe de seu pescoço e essa técnica parece ter resultado. O animal acalmou-se e Jessica conseguiu cortar cerca de 16 kg de pelo.

Lázaro aparenta ser um cachorro novo, sem todo aquele pelo.

“Ele reagiu bem ao toque humano mas não está familiarizado. Ele fica muito atento, principalmente depois de algumas goluseimas” diz Jessica Kincheloe.

Facebook - Amanda Brooke Charsha-Lindsey
Facebook – Amanda Brooke Charsha-Lindsey

Lázaro foi levado para o Big Dog Fluffy, uma associação sem fins lucrativos. Ele está em um lar adotivo na Virgínia, onde vai permanecer por algumas semanas ou meses, até estar pronto para adoção.

O fundador de Big Dog Fluffy, Jean Harrison, afirma que Lázaro ainda se está acostumando com sua nova vida.

Ele “se aproximou de um bife grelhado, com cautela, o que nos fez ficar triste”, “Mas ele rapidamente o pegou e estava incrivelmente feliz por ter esse bife.”- Jessica

No curto espaço de tempo desde seu resgate, Lázaro está provando ser um amor de cachorro. É muito grato e doce.

Facebook - Amanda Brooke Charsha-Lindsey
Facebook – Amanda Brooke Charsha-Lindsey

Harisson julga que os cachorros não devem ser gratos, pois, isso significa que eles já sofreram muito. “Estamos ansiosos que Lázaro veja tudo o que fazemos por ele, de forma natural, como algo que é devido.”

Se você tem familiares doentes, trate deles mas também de seus animais de estimação. Compartilhe com seus amigos e familiares para que ninguém deixe os animais sofrendo.

Facebook

Quer mais histórias? Click »