Pai encontra o seu bebê sem vida na creche e deixa um alerta para todos os pais!

Toda a gente sabe que a vida está cheia de obstáculos e problemas. Quando algo menos bom acontece, nós costumamos ficar deprimidos e a pensar que nada tem solução. Mas enquanto algumas pessoas transformam as tragédias em dor, outras usam-nas para o bem.

O casal americano que vamos mostrar resolveu ajudar os outros, em vez de se lamentar o resto de sua vida. Ali e Derek Dodd tinham dois filhos Presley, de 6 anos, e Shepard, um recém-nascido de 11 semanas.

Eles eram uma família muito feliz, e a vida não lhes poderia correr melhor. Quando os apaixonados foram deixar o rebento mais novo na creche, não poderiam imaginar o que estava prestes a acontecer…

Edmond Sun
Edmond Sun

Depois da hora da sesta, a educadora de infância foi ver como estava o Shepard. Mas quando olhou para ele, percebeu que algo não batia certo. A sua face estava roxa, e o menino não reagia. Então, ela resolveu chamar os pais e ligou para o serviço de emergência.

O pai se dirigiu rapidamente para o local, sem saber o que tinha acontecido. Lá, ele encontrou o pequeno bebê em seus últimos momentos… Os médicos fizeram todo o possível para salvá-lo, mas em vão pois o recém-nascido faleceu no hospital. O motivo chocou a todos!

A causa da morte foi asfixia postural, causada pela posição em que dormia no assento de passeio. De acordo com o relatório policial, ele foi colocado para dormir em uma dessas cadeirinhas, no chão de um dos quartos da creche.

KFOR
KFOR

“Eu estava dando aula quando minha mulher ligou e pediu para eu ir imediatamente até a creche, porque o Shepard não estava respirando. Eu entrei no carro e corri para lá. Quando os vi trazendo o meu filho numa maca, fui na frente da ambulância e tive de me preparar para uma vida sem o meu filho. Consegui beijá-lo na testa antes dos médicos o colocarem dentro da ambulância. Ele estava frio, por isso eu sabia o que me esperava”, disse Derek.

O casal ficou desolado com o que aconteceu. Apesar de ainda estarem de luto por seu filho, eles decidiram que o menininho não poderia ter morrido em vão. A família queria que o caso dele servisse de lição para outros pais.

KFOR
KFOR

Então, eles lançaram uma campanha de alerta para todos aqueles que têm bebês pequenos. Eles fizeram várias conferências a falar sobre o seu caso, e sobre a asfixia durante o uso da cadeirinha, para que esses acidentes pudessem ser evitados.

Quando as crianças são muito pequenas, elas não têm força para sustentar suas cabeças. Se elas ficarem em uma posição errada podem ficar com vias respiratórias bloqueadas, e morrer por falta de ar.

É maravilhoso o que a família Dodd fez. Apesar da dor devido à morte de seu filho, eles quiseram ajudar outras pessoas para que o mesmo não acontecesse com elas.

Compartilhe se acha que a atitude deste casal foi louvável!

Facebook

Quer mais histórias? Click »