Menina tem ataque de pânico no avião – quando a mãe olha para cima, percebe que o comissário de bordo está entregando “bebidas especiais”

Erika Jeorgean Swart decidiu viajar com as suas 3 crianças, mas nunca esperou que a filha de 9 anos tivesse um ataque de pânico no avião. Depois da decolagem, Gabby começou a ficar muito estressada com a viagem de Orlando até Newark. A mãe ficou muito confusa, pois a garota já havia voado antes e nunca tinha tido medo de voar!

Gabby passou grande parte do voo em pânico, e a mãe não conseguia acalmá-la. A criança, que tem diabetes do Tipo 1, estava tentando de tudo para relaxar, mas nada funcionava. Infelizmente, isso estava a fazer com que seus níveis de açúcar no sangue caíssem! Erika não achou que a filha estivesse incomodando os outros passageiros, até que um comissário de bordo apareceu do nada e entregou a Gabby uma “bebida especial” para mantê-la quieta.

O marido de Erika não estava com ela nessa viagem, e ela estava fazendo de tudo para garantir que todos os 3 filhos se comportassem. Nessa altura, um comissário de bordo chamado Garrick resolveu intervir. Então, a mãe escreveu uma longa publicação no Facebook da Southwest Airline para informá-los sobre o que um de seus funcionários fez.

Junto à publicação, havia uma imagem dele. Erika tirou uma foto do homem em questão para que os responsáveis da companhia aérea não tivessem problemas em identificá-lo… mas não era para prejudicar o comissário de bordo que a mãe escreveu o extenso texto. Era para agradecer as suas boas ações!

Comissário de bordo atencioso

“Durante todo o voo ele tentou fazê-la rir e trouxe bebidas especiais. Quando estávamos nos aproximando, o tempo estava difícil e houve um pouco de turbulência. Gabby começou a ter um completo ataque de pânico na descida.”

Facebook – Erika Jeorgean Swart

Garrick viu que Gabby estava lutando, então ele deu uma atenção especial a ela. O homem até perguntou se podia se sentar no assento vazio ao lado dela! “Durante a turbulência extrema, ela começou a chorar e agarrou o braço dele. Ele disse gentilmente que ela poderia lhe agarrar o tempo que fosse necessário. Logo depois disso. devido ao estresse extremo, o açúcar no sangue dela começou a cair perigosamente.

Ele se levantou do seu lugar para pegar um suco de laranja e voltou imediatamente para se sentar com ela. Ela perguntou novamente se poderia continuar segurando o braço dele enquanto o avião pousava.” Quando o avião começou a descer, Garrick distraiu Gabby sugerindo que eles falassem sobre algo divertido. Durante 30 minutos, o pai atencioso, que tem uma filha em torno da idade de Gabby, conversou com a garota sobre animais de estimação e sobre a escola. Ele sabia exatamente o que estava fazendo e, quando o avião pousou, Gabby ficou mais calma do que um bebê dormindo!

Surpresa na aterragem

Mas suas boas ações continuaram quando o avião chegou ao destino “Ele ligou o intercomunicador e anunciou que sua amiga, Gabby, na fila da frente, superou seus medos de voar e pediu uma salva de palmas. O avião inteiro bateu palmas para ela. Foi uma experiência maravilhosa na Southwest Airlines. Nós somos eternamente gratos por termos conhecido uma alma tão bonita e altruísta”.

Facebook – Erika Jeorgean Swart

William, da Southwest, respondeu dizendo que uma viagem de avião pode ser uma situação assustadora para muitos, mas suas tripulações realmente se importam com os passageiros. Devido à publicação, Garrick irá receber o reconhecimento que ele merece por sua gentileza.

Compartilhe se acha que o comissário de bordo também merecia uma salva de palmas

Fonte: Share Tap

Facebook

Quer mais histórias? Click »