As enfermeiras ficam em CHOQUE com o que saltou para o braço da mulher em estado terminal

Quando ouvimos falar de doenças terminais, pensamos que elas só acontecem às outras pessoas. Mas quando menos esperamos, a vida nos dá surpresas menos agradáveis.

Foi o que aconteceu com Rejane Chili, uma mulher de 49 anos de Porto Alegre, Brasil. Apesar de ainda ser nova, há alguns meses os médicos lhe deram notícias que iriam mudar a sua vida para sempre…

Ela tinha sido diagnosticada com câncer. O seu estado rapidamente evoluiu para terminal. Como estava frágil, há semanas que não saía do hospital. Ela recebia muitas visitas de amigos e familiares, mas havia alguém muito especial que ainda não tinha aparecido…

Ritchie, o seu cão! Ela adorava o seu companheiro animal, e tinha medo de morrer sem se despedir dele. Rejane pediu muitas e muitas vezes para trazerem o seu amigo. Mas o hospital não permitia visitas de animais, e a sua esperança desvanecia dia após dia.

A mulher estava a morrer, e o contato com os germes do cachorro iria piorar o seu estado. Comovidos com o último desejo da mulher o Grupo de Cuidados Paliativos do Hospital Ernesto Dornelles decidiu abrir uma exceção e autorizar a vinda do amiguinho canino!

Tiago, o filho de Rejane, colocou o cachorro num táxi e foi para o hospital. Por razões de segurança o encontro entre os dois seria numa sala especial. Mas quando Ritchie vê a dona, correu até ela. Antes que alguém pudesse fazer alguma coisa, ele saltou para os seus braços e começou a lamber a sua cara.

Afeto
Youtube – Leonardo Ronalde

O cão e a dona estão claramente muito felizes. A equipe de médicos e enfermeiros, ao assistir à cena, não puderam conter as lágrimas (e nós também não)!

Veja esse incrível reencontro e compartilhe com seus amigos e familiares.

Facebook

Quer mais histórias? Click »