Alho importado da China está coberto de metais pesados e substâncias nocivas. Saiba como identificá-lo!

Hoje em dia, precisamos ter muito cuidado com a comida que compramos. As grandes empresas se preocupam cada vez menos com a saúde dos consumidores, e mais com seus próprios lucros. Eles procuram produtos mais baratos noutros países, sem se certificarem se eles são seguros ou não.

Um exemplo disso é o alho. Normalmente, ele é um antibiótico natural excelente, e possui grandes benefícios para o nosso corpo. Ele fortalece o nosso sistema imunitário, limpa as nossas artérias, ajuda a controlar o colesterol e elimina várias bactérias e vírus persistentes.

No entanto, nem todo o alho é bom para a nossa saúde. Aquele que é exportado da China pode até ser mortal! Ele está contaminado com substâncias tóxicas e metais pesados, que podem causar doenças bastante graves nos seres humanos.

Healing Life is Natural

O controlo de qualidade nesse país é um enorme problema. Os agricultores chineses utilizam pesticidas ilegais para acelerarem o crescimento das colheitas, e aumentarem a sua produção. Os mais usados são o forato e o parathion, que foram expressamente proibidos pelo governo.

Apesar dessa proibição, as substâncias nocivas continuam sendo usadas nas culturas de alho, para que os lavradores poupem tempo e esforço. Para além disso, o solo chinês é altamente tóxico. Em 2014, um relatório oficial do governo da China foi revelado e mostrou resultados chocantes.

Quase um quinto dos solos desse país estão contaminados por metais pesados como cádmio e arsénico, e ainda por quantidades astronómicas de pesticidas e fertilizantes. Tudo isso graças à poluição na China, que atingiu níveis muito altos nos últimos anos. Todos os principais rios da China estão repletos de produtos químicos industriais e resíduos domésticos.

Dicas para conseguir alho de boa qualidade

Então o que fazer? Antes de adquirir esse produto, veja sempre a sua origem… Sempre que possível, adquira alho orgânico ou que tenha sido produzido na sua região. Melhor do que isso é fazer mesmo sua própria plantação, usando como sementes de boa qualidade e nacionais.

Isso é muito importante… o alho é um produto incrível e cheio de benefícios. Mas todas essas vantagens vão por água abaixo quando eles são plantados num solo tóxico e cobertos de pesticidas. Por isso, fique atento à origem das comidas que consome.

Como saber se o alho é chinês

Normalmente, ele é bonito grande e branco. Mas quando o descascamos, percebemos que quase não tem sabor e não tem aquele ardor natural dos alhos orgânicos. Para além disso, costuma ser mais leve e ter menos bulbo.

Os comerciantes deveriam ter consciência e evitar a importação desse alho contaminado. Mas como isso não acontece, precisamos estar de olhos bem abertos e ter cuidado com os produtos exportados.

Conclusão

Antes de adquirir alho, veja sempre a sua origem… se for desse país asiático, não compre ou poderá estar colocando sua vida em risco!

Facebook

Quer mais histórias? Click »