7 alimentos que você nunca deve dar ao seu cão

A maioria dos donos de cães sabe que o chocolate é prejudicial para os animais. No entanto, existem outros 7 alimentos que podem ter consequências devastadoras nos cachorros. O sistema digestivo canino é totalmente diferente do nosso, e existem certas comidas que os humanos conseguem processar e os patudos não. Aqui está uma lista de alimentos que você nunca deve dar ao seu cão!

Alimentos que você nunca deve dar ao seu cão

1. Cebola e alho
I Love my Dog

Cebola, alho, cebolinha e alho-poró e cebolinha são potencialmente tóxicos para os patudos! Estas comidas podem causar anemia hemolítica, que danifica os glóbulos vermelhos do cão. “Cebola, alho, cebolinha e alho-poró são da família Allium e são venenosos para cães e gatos. O alho é considerado cerca de 5 vezes mais potente que as cebolas.

O envenenamento com cebola e alho resulta em um dano oxidativo nas hemácias (tornando mais provável a ruptura dos glóbulos vermelhos) e gastroenterite (por exemplo, náusea, irritação oral, baba, dor abdominal, vômitos, diarréia). Outros sinais clínicos de anemia podem ser observados e incluem letargia, gengivas pálidas, frequência cardíaca elevada, aumento da frequência respiratória, fraqueza, intolerância ao exercício e colapso. A intoxicação com cebola e alho pode ter um início tardio, e os sinais clínicos podem não ser aparentes por vários dias,” diz a linha de apoio a animais envenenados.

Sinais de toxicidade do Allium
  • Baba
  • Náusea
  • Irritação oral
  • Vômitos
  • Diarréia
  • Letargia
  • Dor abdominal
  • Frequência cardíaca e respiratória elevada
  • Fraqueza
  • Intolerância ao exercício
  • Colapso
  • Gengivas pálidas
2. Alimentos podres ou estragados
I Love my Dog

Se tem algum alimento estragado, ou impróprio para consumo, não dê para o seu cão! Alimentos com mofo, vencidos ou que não foram devidamente refrigerados não são bons para você nem para o seu patudo. Jogue fora e esqueça!

3. Comidas fritas ou gordurosas
I Love my Dog

Alimentos como frango frito e batata frita podem ser tóxicos para os cães. Comer alimentos fritos pode causar inflamação pancreática levando à pancreatite, que põe em risco a vida dos cachorros. Se você está preocupado que o seu patudo consumiu alimentos fritos, leve-a ao veterinário imediatamente. A pancreatite pode causar vômitos extremos e requer cuidados de emergência imediatos.

4. Uvas
I Love my Dog

Nem os veterinários sabem de porque as uvas deixam os cães tão doentes, mas há uma correlação direta entre os cães que comem uvas e a insuficiência renal. Isso inclui passas, groselhas secas e uvas frescas! Groselhas secas e passas podem ser ainda mais letais porque são mais concentradas.

Se você acha que seu cão ingeriu esses alimentos, fique atento a esses sinais de insuficiência renal: diarréia e vômitos, desidratação, letargia, baixa produção de urina e fraqueza. Se o seu cão tiver algum destes sintomas, procure imediatamente um veterinário!

5. Nozes de macadâmia
I Love my Dog

Como as uvas, os veterinários e os cientistas não entendem porque os cães não toleram as nozes de macadâmia. No entanto, quando ingerida em grandes quantidades, essa noz pode ser extremamente prejudicial. Nozes, em geral, não são um bom tratamento para cães, mas esta em particular pode ser tóxica. Os sintomas incluem febre, fraqueza muscular e vômitos.

6. Salgados
I Love my Dog

Salgados não são bons nem para os humanos, nem para os cães. Comer muito sódio pode resultar em envenenamento por íons de sódio. Um chip ou um pretzel não colocará o seu cão em risco, mas não dê alimentos salgados em excesso ao sei animal.

Os sintomas de envenenamento por íons de sódio incluem febre alta, diarréia, sede excessiva, convulsões, danos nos rins e vômitos. Se você acha que seu cão pode estar mostrando sinais, dê-lhe uma tigela cheia de água e chame seu veterinário imediatamente!

7. Xilitol
I Love my Dog

Este substituto do açúcar é visto frequentemente em pastilhas sem açúcar, salgadinhos com baixas calorias, balas de menta e creme dental. Mesmo uma pequena quantidade pode ser mortal para o seu cão. Isso faz com que seus níveis de insulina aumentem, causando consequências fatais, muitas vezes irreversíveis.

Certifique-se de que todos os itens que contêm xilitol estejam longe do seu animal de estimação. Verifique os ingredientes dos alimentos que dá ao seu cão para o manter seguro.

Compartilhe para que mais donos possam proteger os seus patudos!

Fonte: I Love my Dog

Facebook

Quer mais histórias? Click »