5 Coisas surpreendentes que os cães percebem nos humanos

Toda a gente diz que os cachorrinhos são seres únicos. São animais extremamente sensíveis e todos os seus sentidos funcionam de forma protetora. Muitos patudos são já cachorros auxiliares ou guias. Eles conseguem avisar seus donos quando algo em seu organismo está mudando e dessa forma acabam salvando inúmeras vidas.

Por entre muitas horas de treino e recompensas, esses amiguinhos caninos são sem dúvida os melhores amigos do Homem! Se pensarmos bem, nossos quatros patas caninos, complementam-nos. Eles sentem, cheiram, ouvem e por vezes veem melhor que nós. Em tudo aquilo que nós temos falhas, eles veem compensar e acabam por nos dar muito mais, por preencher nossas vidas com muito companheirismo e amor.

Existem coisas que nós, seres humanos, ainda não dominamos muito bem… Uma delas é a parte dos sentimentos. Quando pensamos que sabemos exatamente aquilo que os outros estão sentindo, é quando nos enganamos redondamente. Se você estiver triste e colocar um sorriso constante em seu rosto, todas as outras pessoas vão pensar que você está bem e é uma pessoa muito feliz.

Fazemos constantemente más avaliações do estado emotivo das outras pessoas, não é verdade? Pois bem, nossos queridos animais de estimação, os patudos, eles nunca se enganam! Estão sempre do nosso lado incondicionalmente e melhor que tudo, não fazem perguntas!

Veja como eles conseguem ser maravilhosos:

1 – Seu humor

Tonfeb
Tonfeb

Não deve ser surpreendente que os cachorros consigam sentir o estado de espírito com que estamos mesmo que seja só por dentro. Muitas vezes eles ficam muito estressados quando estamos estressados ou irritados e eles muitas vezes se tornam pegajosos, se estamos tristes. Na verdade, muitos treinadores de cachorros perceberam a diferença nos resultados que obtêm de seus caninos, dependendo do humor que o treinador tem no momento.

 2 – Quando você não está prestando atenção

Shutterstock
Shutterstock

Assim como nós, os cachorrinhos sabe exatamente quando não estamos prestando atenção! Você lembra daquele dia em que seu amiguinho roubou algo para comer, quando você deixou de prestar atenção nele por 10 segundos? Pois é, ele sabem utilizar suas capacidades para seu proveito também.

3 – Desigualdade

Dog Notebook
Dog Notebook

Um estudo recente publicado na Proceedings da National Academy of Sciences mostrou que os cachorros podem ver a desigualdade diante de seus olhos. No estudo, os pesquisadores juntaram cachorrinhos e deram a ambos o mesmo comando de obediência. Eles iriam recompensar um patudo com um deleite, enquanto o outro não teve direito a nada. Logo descobriram que o peludinho negligenciado, deixou de oferecer seu comportamento e parou de prestar atenção aos pesquisadores por completo.

4 – Quando você está doente

Tsunayoshi
Tsunayoshi

Quando estamos doentes, sempre podemos contar com a companhia de nosso melhor amigo: Nosso Cachorro! Eles nunca arranjam desculpas. Apenas ficam do nosso lado, para o que der e vier. Estudos provam que nossos amigos peludos são capazes de detetar células cancerosas. Ao darem várias amostras de sangue para cachorrinhos cheirarem, os cientistas concluíram que os cachorros agem diferentemente à presença de amostras com as tais células. Quem sabem um dia nossos queridos amados sejam ainda mais valorizados cientifica e pessoalmente.

 5 – Se você não é confiável

Dog Pet Breeds
Dog Pet Breeds

Pesquisadores japoneses da Universidade de Kyoto do Japão estudaram 34 patudinhos e publicaram suas descobertas na revista Animal Cognition. Levaram os animais os animais a explorar uma área ou um objeto, apontado por um ser humano. O objetivo era saber se os cachorros se aperceberiam de que estavam sendo enganados. Acontece que eles rapidamente descobriram as pessoas que não eram de confiança. Uma das vezes um dos voluntários apontou para uma taça com comida dentro, já na segunda vez o recipiente estava vazio. Pela terceira vez a taça estava de novo cheia. Como os animais já tinham sido enganados uma vez pelo homem, eles pararam imediatamente de seguir suas orientações. Porém quando outro voluntário interveio, os animais confiaram imediatamente nele, até que fossem enganados uma só vez.

São ou não são excecionais nossos amiguinhos?

Facebook

Quer mais histórias? Click »